STJ

7/03/2019 em STJ

RESP 1793173/RO – ESTADO DE RONDÔNIA x CIDEMAD-INDUSTRIA, COM. E EXPORTACAO DE MADEIRAS LTDA – Relator Min. Herman Benjamin
Tese: Tributação do ICMS sobre o frete – âmbito de incidência da hipótese constitucional de imunidade sobre o ICMS
Discussão relativa à extensão do conteúdo da decisão a hipóteses não acobertadas pela imunidade. Alega o Estado de Rondônia que o acórdão ampliou de forma genérica a hipótese de imunidade do ICMS sobre o frete de mercadoria destinada ao exterior, sendo essa a questão jurídica a ser analisada.
Embora no próprio conteúdo do voto o Relator tenha expressamente mencionado que o frete custeado pelo exportador não deve sofrer a incidência de ICMS (fato esse que a Fazenda não questiona), a conclusão do voto acabou por afastar a incidência do ICMS sobre o frete em qualquer hipótese.
O Estado ressalta que não há questionamento acerca da imunidade das operações com mercadorias destinadas ao exterior e, nesse âmbito, da extensão da imunidade ao transporte das mercadorias a serem exportadas. Contudo, destaca que essa imunidade somente pode ser aplicada quando o preço do frete é inserido no preço da mercadoria, tendo o exportador suportado o custo do transporte.
Entende que, caso o transporte seja suportado pelo adquirente da mercadoria, o serviço de transporte deve sofrer a incidência do ICMS, mesmo que a mercadoria transportada seja imune.

­

Clique e confira a íntegra do informativo: Velloza em Pauta

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

Advocacia Geral da União abranda os acordos a partir de fevereiro de 2022 para parcelamento de dívidas

No 5º dia do mês de janeiro do ano corrente, a Advocacia Geral da União, a “AGU”, promulgou a Portaria…

24 de janeiro de 2022 em Artigos

Leia mais >

Setor de seguros espera derrubar cobranças de PIS/Cofins no Carf

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, nosso sócio Leandro Cabral e Silva falou sobre a possibilidade de virada de jurisprudência…

21 de janeiro de 2022 em Imprensa

Leia mais >