STJ: despesa com agente autônomo de investimento entra na base do PIS/Cofins

7/10/2020 em Imprensa

Nosso sócio Leandro Cabral e Silva falou ao JOTA sobre a decisão da 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), tomada na terça-feira (6/10), que manteve as despesas com agentes autônomos de investimentos na base de cálculo do PIS e da Cofins devidos pelas corretoras e distribuidoras de títulos mobiliários.

A 1ª Turma do STJ ainda não analisou o tema. Cabral ressaltou que a proibição de deduzir a despesa causa grande impacto financeiro às corretoras. “A despesa com o agente é incorrida no bojo da operação de intermediação financeira”, afirma.

Leia a matéria: https://lnkd.in/geckurw

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

News Bancário Nº 683

CMN estabelece nova regra sobre a contratação de correspondentes Em 29.07.21 foi divulgada a Resolução do Conselho Monetário Nacional nº…

2 de agosto de 2021 em News Bancário

Leia mais >

STJ

25/08/2021 1ª Seção EREsp nº 1.144.427/SC – SINCOL S/A INDÚSTRIA E COMÉRCIO x FAZENDA NACIONAL – Relator: Min. Napoleão nunes…

2 de agosto de 2021 em STJ

Leia mais >