STF

4/05/2021 em STF

Pauta Virtual
07/05/2021 a 14/05/2021
RE 1003758 – GLOBAL VILLAGE TELECOM (GVT) x ESTADO DE RONDÔNIA – Relator: Min. Marco Aurelio
Tema: Possibilidade de compensação do ICMS incidente sobre a prestação de serviço de comunicação em razão da inadimplência do usuário
A Corte Suprema, em sessão realizada em ambiente virtual, julgará questão relativa ao direito do contribuinte de compensar o ICMS recolhido sobre prestações de serviços de comunicação em relação às quais houve inadimplência absoluta do consumidor final – Tema 705. No caso concreto, o recurso extraordinário foi interposto contra acórdão proferido pelo STJ que negou o direito à compensação, tendo o contribuinte alegado em seu recurso que a referida conclusão ofende o princípio da não-cumulatividade, dado que o ICMS, tributo que respeita ao fenômeno da repercussão tributária, deveria ser suportado pelo consumidor, elo final da cadeia produtiva. Defende, ainda, desrespeito ao princípio da capacidade contributiva, uma vez que a manifestação do consumidor é o fato sobre o qual deveria incidir a aludido tributo e a sua falta (o que se inclui a própria inadimplência) não deveria ensejar a cobrança do imposto.
Por fim, afirma a natureza confiscatória da cobrança do ICMS-comunicação, dada a inexistência de ingressos financeiros em razão do inadimplemento do usuário e a centralização dos encargos no patrimônio do contribuinte de direito.

Clique e confira a íntegra do informativo: Velloza em Pauta

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

Lei Complementar nº 194/22 afasta a Tusd e a Tust da base de cálculo do ICMS sobre energia elétrica

A Lei Complementar nº 194/22 determinou a não incidência das Tarifas de Uso do Sistema de Distribuição (Tusd) e de…

4 de julho de 2022 em Artigos

Leia mais >

Publicada a Lei Complementar nº 194/22 que torna essencial combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo

Publicada em 23/06/2022, a Lei Complementar nº 194/22 alterou a Lei Complementar nº 87/96 (Lei Kandir) para tornar essenciais bens…

4 de julho de 2022 em Artigos

Leia mais >