Reforma do IR desestimula adoção de holding familiar

6/07/2021 em Imprensa

Nossas sócias Natalia Zimmermann e Joanna Oliveira Rezende  falaram ao Valor Econômico sobre os efeitos da proposta de reforma do Imposto de Renda sobre a adoção de holdings familiares no planejamento patrimonial e sucessório.

A proposta em discussão no Congresso prevê aumento de tributação, com a cobrança sobre dividendos, além de antecipação do pagamento do imposto, que passará a incidir antes mesmo da distribuição do lucro.

Nossas sócias explicam que as empresas no exterior não são estruturadas apenas com finalidade fiscal, mas sim constituídas como veículos de agregação de investimentos internacionais com finalidade sucessória, de governança corporativa e familiar. Assim, não faria sentido desestimular esse tipo de operação.

Veja outros detalhes na reportagem: https://lnkd.in/ds87qQ2

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

News Tributário Nº 691 – Complemento

Barroso afasta a incidência de IRPJ/CSLL sobre a SELIC recebida na repetição de indébito tributário, mas propõe modulação Prosseguindo no…

21 de setembro de 2021 em News Tributário

Leia mais >

News Tributário Nº 691

STF: 4 votos pela impossibilidade de incidência de IRPJ/CSLL sobre a Taxa Selic recebida na repetição de indébito tributário O…

21 de setembro de 2021 em News Tributário

Leia mais >