Derrotas em processos tributários podem custar R$ 1,1 trilhão à União

23/12/2019 em Imprensa

O Valor Econômico da segunda-feira, 23 de dezembro, traz uma compilação de 21 processos tributários que correm no Supremo Tribunal Federal envolvendo a União, somando uma quantia de R$ 1,14 trilhão. O total foi indicado pela própria União na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020. Seis desses processos estão pautados para o primeiro semestre do ano que vem. Nosso sócio Leandro Cabral e Silva falou às jornalistas Beatriz Olivon e Joice Bacelo sobre um dos mais importantes deles: o caso da exclusão do ICMS na base do PIS e da Cofins – no qual o Judiciário já vem aplicando o precedente do Supremo mesmo antes do julgamento dos embargos de declaração.

­

Confira: https://valor.globo.com/legislacao/noticia/2019/12/23/derrotas-em-processos-tributarios-podem-custar-r-11-trilhao-a-uniao.ghtml

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

Lei Complementar nº 194/22 afasta a Tusd e a Tust da base de cálculo do ICMS sobre energia elétrica

A Lei Complementar nº 194/22 determinou a não incidência das Tarifas de Uso do Sistema de Distribuição (Tusd) e de…

4 de julho de 2022 em Artigos

Leia mais >

Publicada a Lei Complementar nº 194/22 que torna essencial combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo

Publicada em 23/06/2022, a Lei Complementar nº 194/22 alterou a Lei Complementar nº 87/96 (Lei Kandir) para tornar essenciais bens…

4 de julho de 2022 em Artigos

Leia mais >