News Tributário Nº 424

2/01/2018 em News Tributário

Parecer Normativo de São Paulo esclarece os elementos que caracterizam os serviços de administração de fundos

02 de janeiro de 2018

Foi publicado no Diário Oficial do Município de São Paulo, no dia 29 de dezembro de 2017, o Parecer Normativo SF nº 02/2017, o qual interpretou os elementos que caracterizam os serviços de administração de fundos, previstos no subitem 15.01 da lista de serviços da Lei nº 13.701/2003.

Em síntese, a Secretaria Municipal da Fazenda definiu que para fins de incidência do ISS, o prestador de serviços de administração de fundos quaisquer (i.e. subitem 15.01 da lista do “caput” do artigo 1º da Lei nº 13.701, de 2003) é o administrador do fundo, sendo o fundo de investimento o tomador do referido serviço.

Além disso, o PN nº 02/2017 esclareceu também que o cotista não é tomador de serviços de administração de fundos, e que é irrelevante sua localização para fins de determinação do local de incidência do ISS.

Ou seja, conforme mencionamos em nosso News Tributário nº 422 (anexo), as lacunas deixadas pelo Projeto de Lei que dispõe sobre o padrão nacional de obrigação acessória do ISS, relativamente aos serviços previstos no subitem 15.01, foram a princípio, interpretadas pelo Município de São Paulo, sinalizando que o tributo deverá ser recolhido para os cofres do Município nas situações descritas.

Vale mencionar ainda, que a norma esclareceu que nos serviços de administração de carteira de valores mobiliários, o tomador é o investidor em nome do qual as operações são realizadas e, nos serviços de administração de clubes de investimento, o tomador é o clube de investimentos.

Por fim, lembramos que o PN nº 02/2017 tem caráter interpretativo, é impositivo e vinculante para todos os órgãos hierarquizados da Secretaria da Fazenda do Município de São Paulo, e revoga todas as disposições em contrário, bem como, as Soluções de Consulta emitidas antes de sua publicação e com ele em desacordo, independentemente de comunicação aos consulentes.

 

ESTE BOLETIM É MERAMENTE INFORMATIVO E RESTRITO AOS NOSSOS CLIENTES E COLABORADORES. FICAMOS À DISPOSIÇÃO PARA EVENTUAIS ESCLARECIMENTOS SOBRE A(S) MATÉRIA(S) AQUI VEICULADA(S).

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

Da (não) incidência do ISS sobre as tarifas de abertura de crédito (TAC), de emissão de boleto (TEC) e de cadastro (TC)

Dentre as atividades desenvolvidas pelas instituições financeiras, neste texto, destacaremos a abertura de crédito, a emissão de carnês/boletos e a…

26 de janeiro de 2022 em Artigos

Leia mais >

Advocacia Geral da União abranda os acordos a partir de fevereiro de 2022 para parcelamento de dívidas

No 5º dia do mês de janeiro do ano corrente, a Advocacia Geral da União, a “AGU”, promulgou a Portaria…

24 de janeiro de 2022 em Artigos

Leia mais >