V&G News Tributário Nº 373

19/04/2017 em News Tributário

Requisição de Informações sobre Operações e Serviços de Instituições Financeiras pelo Fisco Paulistano

19 de abril de 2017

Foi publicado, no Diário Oficial da Cidade de São Paulo de 13.04.2017, o Decreto nº 57.659, de 12.04.2017 (“Decreto nº 57.659/2017”), que regulamenta o disposto no artigo 6º da Lei Complementar Federal nº 105, de 10 de janeiro de 2001 (LC nº 105/2011), relativamente à requisição, acesso e uso, pela Secretaria Municipal da Fazenda, de informações referentes a operações e serviços de instituições financeiras e de entidades a elas equiparadas.

O Decreto nº 57.659/2017 decorre do recente entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) cristalizado sob o tema nº 225 de Repercussão Geral, no sentido de que os órgãos da administração tributária podem solicitar e receber de instituições financeiras (e entidades a ela equiparadas) informações sobre movimentações financeiras sem autorização judicial, nos termos do art. 6º da LC nº 105/2001, cabendo aos Estados e Municípios regulamentar o tema no seu âmbito.

De acordo com a redação do Decreto nº 57.659/2017, deve-se considerar “operações e serviços das instituições financeiras”: (i) depósitos à vista e a prazo, inclusive em conta de poupança; (ii) pagamentos efetuados em moeda corrente ou em cheques; (iii) emissão de ordens de crédito ou documentos assemelhados; (iv) resgates em contas de depósitos à vista ou a prazo, inclusive de poupança; (v) contratos de mútuo; (vi) descontos de duplicatas, notas promissórias e outros títulos de crédito; (vii) aquisições e vendas de títulos de renda fixa ou variável; (viii) aplicações em fundos de investimentos; (ix) aquisições de moeda estrangeira; (x) conversões de moeda estrangeira em moeda nacional; (xi) transferências de moeda e outros valores para o exterior; (xii) operações com ouro, ativo financeiro; (xiii) operações com cartão de crédito; (xiv) operações de arrendamento mercantil; e (xv) quaisquer outras operações de natureza semelhante que venham a ser autorizadas pelo Banco Central do Brasil, Comissão de Valores Mobiliários ou outro órgão competente.

Note-se que as informações somente poderão ser examinadas pela Secretaria Municipal da Fazenda e seus agentes caso sejam consideradas indispensáveis e se houver prévia requisição formal à instituição financeira, mediante documento denominado “Requisição de Informações sobre Movimentação Financeira” (RMF).

Adicionalmente, todas as informações obtidas devem ser mantidas sob sigilo fiscal. O servidor que utilizar ou viabilizar a utilização, divulgar, revelar ou facilitar a divulgação ou revelação, permitir ou facilitar o acesso à terceiros não autorizados poderá ser responsabilizado. Ou seja, o servidor que pratica tais atos no exercício de suas atribuições, conforme outorgadas pelo Decreto nº 57.659/2017, poderá ser objeto de questionamento administrativo e/ou judicial.

Ressalta-se, ainda, que a Secretaria Municipal da Fazenda e seus agentes poderão utilizar o Domicílio Eletrônico do Cidadão Paulistano (DEC) para encaminhar a RMF, bem como toda e qualquer notificação e/ou intimação prevista no Decreto nº 57.659/2017.

O Decreto nº 57.659/2017 entrou em vigor na data de sua publicação, em 13/04/2017.

 

Equipe Contencioso Tributário

Responsável:

Fabrício Parzanese dos Reis
(11) 3145-0072
fabricio.parzanese@vellozaegirotto.com.br

Leonardo Augusto Andrade
(11) 3145-0079
leonardo.andrade@vellozaegirotto.com.br

Leandro Cabral e Silva
(11) 3145-0954
leandro.cabral@vellozaegirotto.com.br

Equipe Consultoria Bancária

Responsável:

Leandro Vilarinho Borges
(11) 3145-0464
leandro.borges@vellozaegirotto.com.br

 

ESTE BOLETIM É MERAMENTE INFORMATIVO E RESTRITO AOS NOSSOS CLIENTES E COLABORADORES. FICAMOS À DISPOSIÇÃO PARA EVENTUAIS ESCLARECIMENTOS SOBRE A(S) MATÉRIA(S) AQUI VEICULADA(S).

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

News Societário Nº 568

GOVERNO REGULAMENTA PROCEDIMENTOS PARA ABERTURA DE STARTUPS DE FORMA SIMPLIFICADA Em abril de 2019, por meio da Lei Complementar nº…

27 de março de 2020 em News Societário

Leia mais >

News Mercado de Capitais Nº 567

CVM prorroga prazos regulatórios e suspende restrições em função da pandemia do COVID-19 Em razão do agravamento dos impactos econômicos…

26 de março de 2020 em News Mercado de Capitais

Leia mais >