V&G News Tributário Nº 289

20/05/2015 em News Tributário

Decreto nº 8.451/2015: PIS/COFINS Sobre Receitas Financeiras Decorrentes de Variações Cambiais

20 de maio de 2015

Foi publicado no Diário Oficial da União (“D.O.U”) de hoje (20.05.2015) o Decreto nº 8.451, de 19.05.2015 (“Decreto nº 8.451/2015”), que alterou a redação do Decreto nº 8.426, de 01.04.2015 (“Decreto nº 8.426/2015”) e manteve a alíquota zero das Contribuições Sociais ao Programa de Integração Social (“PIS”) e ao Financiamento da Seguridade Social (“COFINS”), incidentes na sistemática não-cumulativa, sobre as receitas financeiras decorrentes de variações monetárias, em função da taxa de câmbio, nas seguintes operações:

(i) exportação de bens e serviços para o exterior; e

(ii) obrigações contraídas pela pessoa jurídica, inclusive empréstimos e financiamentos;

Além disso, o referido Decreto nº 8.451/2015 também manteve a alíquota zero do PIS e COFINS para as receitas financeiras decorrentes de operações de cobertura (hedge) realizadas em bolsa de valores, de mercadorias e de futuros ou no mercado de balcão organizado destinadas exclusivamente à proteção contra riscos inerentes às oscilações de preço ou de taxas desde que o objeto do contrato negociado atenda, cumulativamente, aos seguintes requisitos:

a) esteja relacionado com as atividades operacionais da pessoa jurídica; e

b) destine-se à proteção de direitos ou obrigações da pessoa jurídica.

O Decreto nº 8.451/2015 igualmente regulamentou as situações que caracterizam “elevada oscilação da taxa de câmbio”, prevista no §5º do artigo 30 da Medida Provisória nº 2.158-35, de 24.08.2001 (“MP nº 2.158-35/2001”), estabelecendo que a mesma estará caracterizada sempre que, no período de um mês-calendário, o valor do Dólar dos Estados Unidos da América (“USD”) para venda, apurado pelo Banco Central do Brasil, sofrer variação (positiva ou negativa) acima de 10% (dez por cento) considerando os valores referentes ao primeiro e ao último dia do referido mês-calendário com cotações publicadas.

Ocorrendo a “elevada oscilação da taxa de câmbio”, o contribuinte poderá, no mês-calendário seguinte àquele em que a elevada oscilação ocorreu, alterar o regime de reconhecimento (caixa x competência) das variações monetárias, decorrentes da taxa de câmbio, dos seus direitos de crédito e obrigações.

A opção pelo novo regime será aplicada a todo o ano-calendário, observado que a cada mês-calendário em que ocorrer elevada oscilação da taxa de câmbio corresponderá uma única possibilidade de alteração do regime, o que nos parece significar que a última opção é a que será válida a todo o ano-calendário.

A forma para alteração do regime de reconhecimento das variações monetárias será regulamentada pela Receita Federal do Brasil.

Por fim, é importante ressaltar que, considerando que nos meses de janeiro a maio de 2015 tivemos uma elevada oscilação da taxa de câmbio, o Decreto nº 8.451/2015 possibilitou uma alteração do regime de reconhecimento (caixa x competência) das variações monetárias, decorrentes da taxa de câmbio, a ser realizada no mês de junho de 2015.

O Decreto nº 8.451/2015 entrará em vigor na data de sua publicação (i.e., 20.05.2015), produzindo efeitos, particularmente no que diz respeito à manutenção da alíquota zero de PIS/COFINS sobre as referidas receitas financeiras decorrentes de variações monetárias, em função da taxa de câmbio, a partir de 01.07.2015.

 

Equipe Responsável:

Fernanda Junqueira Calazans
(11) 3145-0954
fernanda.calazans@vellozaegirotto.com.br

Elisa da Costa Henriques
(11) 3145-0461
elisa.henriques@vellozaegirotto.com.br

Carlos Thiago de Souza Paiva
(11) 3145-0965
thiago.paiva@vellozaegirotto.com.br

 

ESTE BOLETIM É MERAMENTE INFORMATIVO E RESTRITO AOS NOSSOS CLIENTES E COLABORADORES. FICAMOS À DISPOSIÇÃO PARA EVENTUAIS ESCLARECIMENTOS SOBRE A(S) MATÉRIA(S) AQUI VEICULADA(S).

VER TAMBÉM

News Tributário Nº 447

Município do Rio de Janeiro prevê reabertura do Programa Concilia Rio para pagamento de débitos tributários ou não relativos a…

19 de junho de 2018 em News Tributário

Leia mais >

News Tributário Nº 446

PRT (Medida Provisória nº 766/2017) – Demais Débitos Perante RFB – Consolidação 15 de junho de 2018 Foi publicada no…

15 de junho de 2018 em News Tributário

Leia mais >