V&G News Nº 232

24/04/2014 em Sem categoria

Supremo Declara a Inconstitucionalidade da Exigência da Contribuição Social a Cargo da Contratante Sobre o Valor Bruto das Notas Fiscais Emitidas Cooperativas de Trabalho

24 de abril de 2014

Na tarde do dia 23/04/2014, o Supremo Tribunal Federal, ao julgar o Recurso Extraordinário nº 595.838, interposto por ETEL ESTUDOS TÉCNICOS LTDA., declarou inconstitucional o inciso IV do artigo 22 da Lei nº 8.212/91, com redação dada pela Lei nº 9.876/99, que previa a exigência de contribuição social à alíquota de 15% sobre o valor da nota fiscal ou faturas emitida por cooperativas de trabalhadores.
O Ministro Relator Dias Toffoli, em sucinto voto, o qual foi acompanhado por todos os Ministros da Corte, propugnou que o inciso IV do artigo 22 da Lei 8212/91:

(i) extrapolou os limites do artigo 195, I, a, da Constituição Federal, na medida em que instituiu a exigência de contribuição social incidente sobre pessoa jurídica e não pessoa física, gerando nítida subversão de conceitos de direito privado (pessoa física X pessoa jurídica);

(ii) alterou a base de cálculo da contribuição social ao determinar a incidência da mesma sobre o valor bruto da nota fiscal ou fatura de prestação de serviços, desconsiderando o fato da nota fiscal abranger diversas despesas e não apenas as quantias efetivamente repassadas para os cooperados, ou seja, caso não declarada a inconstitucionalidade do referido inciso, estar-se-ia admitindo a tributação do faturamento da cooperativa, configurando nítido bis in idem; e

(iii) violou a regra de competência residual insertas no artigo 195, § 4º, da Constituição Federal, uma vez que, por se tratar se uma nova contribuição, a mesma deveria ter sido instituída através de lei complementar.

Uma vez que o referido Recurso Extraordinário foi julgado sob a égide da Repercussão Regral, tal decisão vinculará os Tribunais do país.

ADICIONAIS DE PERICULOSIDADE, NOTURNO, HORAS EXTRAS E SEU ADICIONAL, NÃO TÊM NATUREZA INDENIZATÓRIA.

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça, ao julgar o Recurso Especial Repetitivo nº 1358281, interposto pela empresa de transporte RAÇA TRANSPORTES LTDA., propugnou pela legitimidade da incidência da contribuição previdenciária sobre os adicionais noturno e de periculosidade, bem como horas extras e seu adicional, por entender que as referidas verbas possuem natureza remuneratória.

Assim, os Ministros da Primeira Seção, por unanimidade de votos, negaram provimento ao Recurso Especial e afastaram a tese do contribuinte de que referidas verbas teriam caráter indenizatório, declarando legítima, portanto, a cobrança da contribuição previdenciária sobre as mesmas.

STJ DEFINE ÍNDICE DE CORREÇÃO MONETÁRIA APLICÁVEL NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DO ANO-BASE DE 1989

Na mesma sessão de julgamento, ao dar provimento ao Embargos de Divergência nº 1030597, interposto pela Construtora Lincoln Veloso Ltda., a Primeira Seção sedimentou seu posicionamento de que a correção monetária, referente ao ano-base de 1989, deverá tomar como parâmetro os termos da legislação revogada pelo plano verão, aplicando-se o IPC para o período com o índice de correção monetária consoante o artigo 6º, § único, do Decreto-Lei nº83/86; artigo 6º, § único do Decreto-Lei nº 2284/86 e artigo 5º, §2º da Lei nº 7.777/89.

Dessa forma, tal como decidido pelo Supremo Tribunal Federal quando do julgamento dos Recursos Extraordinários nºs 215.811 e 221.142, caberá a aplicação do índice oficial nos termos da Lei revogada pelos dispositivos que foram declarados inconstitucionais (artigo 30, §1º, da Lei nº 7730/89 e artigo 30, da Lei nº 7799/89).

ESTE BOLETIM É MERAMENTE INFORMATIVO E RESTRITO AOS NOSSOS CLIENTES E COLABORADORES. DÚVIDAS E ESCLARECIMENTOS SOBRE AS MATÉRIAS AQUI VEICULADAS DEVERÃO SER DIRIGIDAS AO V&G.

VER TAMBÉM

News Tributário Nº 447

Município do Rio de Janeiro prevê reabertura do Programa Concilia Rio para pagamento de débitos tributários ou não relativos a…

19 de junho de 2018 em News Tributário

Leia mais >

News Tributário Nº 446

PRT (Medida Provisória nº 766/2017) – Demais Débitos Perante RFB – Consolidação 15 de junho de 2018 Foi publicada no…

15 de junho de 2018 em News Tributário

Leia mais >