V&G News Jurisprudência Nº 280

25/03/2015 em News Jurisprudência

Precatórios – E.C. 62/2009 – Modulação dos Efeitos

25 de março de 2015

O STF finalmente concluiu a análise da modulação dos efeitos da declaração de inconstitucionalidade (v. notícia do STF anexa) de diversos dispositivos da Emenda Constitucional nº 62/2009 que, entre outras providências, criou o regime especial de pagamento dos precatórios Estaduais e Municipais (ADIs 4357 e 4425), conforme resumido abaixo:

– Modulação de efeitos para dar sobrevida ao regime especial de pagamento de precatórios por 5 exercícios financeiros a contar de 1º de janeiro de 2016;

– Conferir eficácia prospectiva à declaração de inconstitucionalidade dos seguintes aspectos da ADI, fixando como marco inicial a data da conclusão de julgamento da questão de ordem (25/03/2015) e mantendo-se válidos os precatórios expedidos até esta data a saber:

1) Fica mantida a aplicação do índice de remuneração básica da poupança (TR) nos termos da EC 62 até 25/03/2015, data após a qual (i) os créditos de precatórios deverão ser corrigidos pelo IPCA-E, (ii) os precatórios tributários deverão observar os mesmo critérios pelos quais a FN corrige os créditos tributários, (iii) ficam resguardados os precatórios expedidos no âmbito da administração pública federal com base nos artigos 27 das Leis 12.919 e 13.080 que fixam o IPCA-E como índice de correção monetária.

2) Quanto às formas alternativas de pagamento previstas no regime especial:

(i) Consideram-se válidas as compensações, os leilões e pagamentos a vista por ordem crescente de crédito realizados até 25/03/2015, data a partir da qual não será possível a quitação de precatórios por tais modalidades; (ii) fica mantida a possibilidade de realização de acordos diretos observada a ordem de preferência dos credores e de acordo com a lei própria da entidade devedora com redução máxima de 40% do valor do crédito atualizado; (iii) durante o período fixado no item acima (5 exercícios financeiros), ficam mantidas a vinculação de percentuais mínimos da receita corrente liquida ao pagamento dos precatórios (art. 97, §10do ADCT), bem como as sanções para o caso de não liberação tempestiva dos recursos destinados ao pagamento de precatório; (iv) delegação de competência ao CNJ para que discipline: a) a utilização compulsória de 50% dos recursos da conta de depósitos judiciais tributários para pagamento de precatórios; e b) a  compensação de precatórios vencidos próprios ou de terceiros com o estoque de créditos inscritos em dívida  ativa por opção do credor do precatório até 25/03/2015 ; c) o congresso nacional poderá optar por introduzir sistema alternativo ao proposto acima, observadas as diretrizes fixados no julgamento, nesse caso o modelo que vier a ser instituído deverá prevalecer.

A proposta de modulação de efeitos do Relator (Min. Luiz Fux) foi aceita pela maioria, vencidos o Ministro Marco Aurélio, que negava a modulação e Rosa Weber, que ficou vencida em menor extensão apenas quanto ao termo inicial da modulação que não seria hoje mas da data do julgamento da ADI.

 

Equipe Responsável:

Luiz Girotto
(11) 3145-0072
luiz.girotto@vellozaegirotto.com.br

Leonardo Augusto Andrade
(11) 3145-0464
leonardo.andrade@vellozaegirotto.com.br

Newton Neiva de F. Domingueti
(11) 3145-0072
newton.domingueti@vellozaegirotto.com.br

Fabrício Parzanese dos Reis
(11) 3145-0072
fabricio.parzanese@vellozaegirotto.com.br

 

ESTE BOLETIM É MERAMENTE INFORMATIVO E RESTRITO AOS NOSSOS CLIENTES E COLABORADORES. FICAMOS À DISPOSIÇÃO PARA EVENTUAIS ESCLARECIMENTOS SOBRE A(S) MATÉRIA(S) AQUI VEICULADA(S).

VER TAMBÉM

News Especial Nº 461

Aspectos Relevantes da Lei Brasileira de Proteção de Dados (LBPD) 21 de agosto de 2018 No último dia 14 de…

21 de agosto de 2018 em Legislação

Leia mais >

News Tributário Nº 460

DITR 2018 17 de agosto de 2018 A Receita Federal do Brasil publicou em 31 de julho de 2018, a…

17 de agosto de 2018 em News Tributário

Leia mais >