News Societário N° 493

3/01/2019 em News Societário

Criada a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (“ANPD”)

Foi publicada em 28.12.2018, a Medida Provisória nº. 869, de 27.12.2018 (“MP”) que alterou diversas previsões da Lei nº. 13.709, de 14.08.2017 (que trata da proteção de dados pessoais e alterou o Marco Civil da Internet) (“Lei 13.709/2018” ou “Lei Brasileira de Proteção de Dados”).

A MP, em especial com relação à Lei 13.709/2018, além de tornar alguns de seus dispositivos mais claros, criou a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (“ANPD”), que havia sido vetada quando da edição da Lei Brasileira de Proteção de Dados.

A MP estabeleceu como a ANPD, órgão da administração pública federal, integrante da Presidência da República, será composta e atribuiu as competências inerentes à ANPD, que incluem: (i) zelar pela proteção dos dados pessoais; (ii) editar normas e procedimentos sobre a proteção de dados pessoais; (iii) requisitar informações, a qualquer momento, aos controladores e operadores de dados pessoais que realizem operações de tratamento de tais pessoais; (iv) implementar mecanismos simplificados, inclusive por meio eletrônico, para o registro de reclamações sobre o tratamento de dados pessoais em desconformidade com a legislação vigente; (v) fiscalizar e aplicar sanções na hipótese de tratamento de dados realizado em descumprimento à legislação, mediante processo administrativo que assegure o contraditório, a ampla defesa e o direito de recurso; (vi)  comunicar às autoridades competentes as infrações penais das quais tiver conhecimento; (vii) difundir na sociedade o conhecimento sobre as normas e as políticas públicas de proteção de dados pessoais e sobre as medidas de segurança; entre outros.

Importante ressaltar que a MP  estendeu o período de vacatio legis da Lei 13.709/2018, de modo que, exceção feita aos artigos que tratam da ANPD e do Conselho Nacional da Proteção de Dados Pessoais e da Privacidade, a Lei Brasileira de Proteção de Dados entrará em vigor em agosto de 2020, concedendo prazo adicional de 6 (seis) meses ao originalmente previsto para a implementação de suas práticas.

­

­

 

Equipe Responsável:

Leandro Vilarinho Borges
leandro.borges@velloza.com.br
(11) 3145-0464

Hildelene Bertolini
hildelene.bertolini@velloza.com.br
(11) 3145-0953

Luciana Pelogi
luciana.pelogi@velloza.com.br
(11) 3145-0056

Priscila Guedes
priscila.guedes@velloza.com.br
(11) 3145-0066

Marianna Bazzon
marianna.bazzon@velloza.com.br
(11) 3145-0094

­

­

­

ESTE BOLETIM É MERAMENTE INFORMATIVO E RESTRITO AOS NOSSOS CLIENTES E COLABORADORES. FICAMOS À DISPOSIÇÃO PARA EVENTUAIS ESCLARECIMENTOS SOBRE A(S) MATÉRIA(S) AQUI VEICULADA(S).

Velloza Advogados |

VER TAMBÉM

News Tributário Nº 619

Lei do Estado de São Paulo revoga benefício do IPVA para locadoras de veículos No último dia 15 de outubro…

23 de outubro de 2020 em News Tributário

Leia mais >

News CARF

Acórdãos CARF em Destaque ­ Nesta edição, destacamos acórdãos do CARF publicados até 09/2020 acerca de temas relevantes, organizados por…

15 de outubro de 2020 em News CARF

Leia mais >